Casos de coronavírus na China sobem em mais de 15 mil

318
Foto: Freeimages.com/ Gary Tamin

São Paulo, 13 de fevereiro de 2020 – O número de casos confirmados de infecção causada por coronavírus na China subiu em 15.152, para 59.804, devido a novos métodos de diagnósticos na província de Hubei, de acordo com a Comissão Nacional de Saúde do país, em comunicado.

Entre os novos casos, 13.332 foram em Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, epicentro do surto, e 174 são considerados severos. Segundo as autoridades de saúde chinesas, o número de mortes subiu para 1.367, acima de 1.113 relatadas ontem. Entre os 254 novos óbitos, 242 ocorreram em Hubei.

“A província de Hubei adicionou uma classificação de ‘caso de diagnóstico clínico’ para identificar casos suspeitos com recursos de imagem de pneumonia”, diz a nota. Assim, o novo método levou muitos casos até então suspeitos de coronavírus a serem confirmados.

Segundo a Comissão Nacional de Saúde, a mudança visa a agilizar o diagnóstico e tratamento de pacientes com pneumonia causada pelo novo coronavírus, para que “os pacientes sejam aceitos o mais rápido possível”, e assim “melhorar ainda mais a taxa de sucesso do tratamento”.

Além disso, foram adicionados 2.807 casos suspeitos, levando o total para 13.435, segundo as autoridades de saúde. Ao mesmo tempo, 1.171 novos casos foram curados e os pacientes receberam alta, e 29.429 contatos próximos foram retirados de observação médica.

Nas regiões administrativas especiais da China, foram confirmados um total de 78 casos, sendo 50 deles em Hong Kong, um a mais do que ontem, com uma morte dez em Macau, onde dois pacientes receberam alta; e 18 em Taiwan, onde um paciente foi liberado do hospital.