Casos de coronavírus fora da China somam 118,7 mil, diz Johns Hopkins

143
Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

São Paulo – O número de casos causados por coronavírus fora da China agora chega aos 118,7 mil infectados, superando o número reportado dentro da China, onde cerca de 81 mil indivíduos com o Covid-19 foram registrados, de acordo com dados compilados pela Universidade Johns Hopkins.

O número de mortes causadas por coronavírus fora de território chinês também ultrapassou o país asiático, com cerca de 4,8 mil fatalidades. Na China, foram reportadas cerca de 3,2 mil mortes.

Entre os 156 países e territórios infectados, depois da China, a Itália é a nação mais infectada. Até o momento foram registrados 31.506 casos, 3.526 a mais do que ontem pela manhã. Os casos fatais somam 2.503.

Depois dos italianos, está o Irã, com 16.169. Entre ontem e hoje o país registrou 1.178 novos casos. As mortes somam 988, 135 a mais do que ontem.

O quarto país mais infectado é a Espanha, com um total de 13.716 casos confirmados, 2.538 a mais do que ontem, e 774 mortes, 283 a mais do que 24 horas antes.

Depois está a Alemanha, com 9.877 casos, 2.289 a mais do que ontem, e 26 mortes, nove casos novos depois de 24 horas.

Em seguida, encontra-se a Coreia do Sul, com 8.413 casos e 84 mortes. O país possui o menor índice de novos infectados e fatalidades depois da China. Desde ontem, a nação registrou apenas 93 casos e 3 mortes.

A França vem em seguida, com 1.032 novos casos desde ontem de manhã, totalizando 7.696. O número de mortos aumentou em 27 para 175 pessoas.

Em seguida estão os Estados Unidos, com 6.496 casos, mais de 1,8 mil novos infectados, e 114 mortes, 29 a mais do que ontem. A maioria continua concentrado pelos estados de Nova York Califórnia e Washington.

Depois está a Suíça, que teve um pico de novos casos nas últimas horas, levando seu total para 2.700 e 27 mortos, e o Reino Unido, com 1.960 casos e 72 mortes. Neste último, foram 407 novos infectados e 16 novas fatalidades.

Além disso, os dados da Universidade Johns Hopkins mostram que 82.034 pessoas diagnosticadas com Covid-19 se recuperaram em todo o mundo.

O sistema de contagem da Johns Hopkins compila informações da Organização Mundial da Saúde, do Centro de Controle de Doenças norte-americano, Centro de Controle e Prevenção de Doenças europeu, Ministério da Saúde da China e do Departamento de Saúde da Coreia do Sul.