Casa Branca monitora oferta da Opep+ e agirá para garantir fornecimento

Foto: freeimages.com

São Paulo – O governo norte-americano está monitorando as negociações entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados e deve agir para garantir o fornecimento de combustíveis, segundo a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

“Estamos em conversas com altos cargos da maioria dos governos participantes e iremos garantir que os Estados Unidos sejam abastecidos com combustível a preço acessível a todos”, afirmou ela durante coletiva de imprensa.

A Opep+, como é conhecido o grupo, fracassou pela terceira vez ontem em obter um acordo depois que a Arábia Saudita não conseguiu convencer os Emirados Árabes Unidos a continuar com o aumento de produção programado para ocorrer nos próximos meses.

A ideia era elevar a oferta em 2 milhões de barris por dia (bpd) dentro do acordo firmado em abril do ano passado, o que representaria um aumento mensal de 400 mil bpd de agosto até dezembro deste ano.

“Mesmo não participando do grupo, os Estados Unidos mantém uma linha direta com a maioria dos membros, já que as decisões do grupo impactam os preços de petróleo e nossos cidadãos. Por isso, garantimos que estamos acompanhando e tomaremos medidas necessárias de acordo com os resultados”, concluiu ela.