Cartel causou prejuízo de R$ 18 bi entre 2004 e 2012

249
Foto: Divulgação/Petrobras

São Paulo – Um estudo econométrico elaborado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) aponta que 24 empresas que aturaram na Petrobras entre 2004 a 2012 causaram prejuízo de R$ 12, bilhões, que atualizado aos dias de hoje é superior a R$ 18 bilhões. Excluindo aditivos contratuais, o valor a mais em cada contratação, em virtude do conluio, era de 14,53%.

Das 24 empresas apontadas no estudo, a primeira gerou prejuízo de R$ 1,9 bilhão, enquanto a segunda e a terceira causaram danos de R$ 1,6 bilhão cada uma. Esses valores são atualizados em com juros.

Para o TCU, mesmo as três empresas que causaram os menores prejuízos nas contratações da Petrobras no período analisado geraram danos milionários, que são superiores a R$ 279 milhões, R$ 259 milhões e R$ 221 milhões. Juntas, essas três empresas respondem pelo rombo de mais de R$ 760 milhões.

O estudo será enviado à Petrobras, à Advocacia-Geral da União (AGU), ao Ministério Público Federal (MPF) e à Controladoria-Geral da União (CGU), que poderão usar os valores apurados pelo TCU para medidas administrativas e judiciais cabíveis para o ressarcimento dos danos.

O trabalho do tribunal de contas se originou de ofício, a partir de representação de sua unidade técnica especializada. A representação surgiu devido aos indícios de possíveis danos decorrentes das irregularidades ocorridas na Petrobras, relacionadas à atuação do cartel detectado pela Operação Lava Jato.