Caixa tem resultado líquido de R$ 5,6 bilhões no 1 semestre de 2020

734
Foto divulgação: Caixa Econômica Federal

Brasília – A Caixa Econômica Federal registrou lucro líquido de R$ 5,6 bilhões no 1 semestre do ano. No segundo trimestre, o lucro líquido foi de R$ 2,6 bilhões, uma redução de 16,1% sobre o resultado do primeiro trimestre. Os resultados foram divulgados pela Caixa.

O resultado do semestre representa um retorno sobre ativos de 0,75% e retorno sobre o patrimônio líquido de 12,07%. A margem financeira totalizou R$ 20,3 bilhões no primeiro semestre de 2020, uma redução de 23,6% em relação ao mesmo período de 2019.

“As receitas com prestação de serviços e tarifas bancárias registraram R$ 11,2 bilhões no primeiro semestre, e apresentaram uma redução de 15,1% em 12 meses, impactada, principalmente, pelas reduções de 26,7% em serviços de governo, principalmente FGTS, 14,8% em receitas de conta corrente, 10,7% em fundos de investimento e de 10,4% em convênio e cobrança, essa redução foi compensada parcialmente pelo crescimento de 12,9% em crédito”.

No segundo trimestre, houve um aumento de 40% na despesa com provisões de crédito, em relação ao primeiro trimestre e o índice de Basileia foi de 18,6%, com capital de nível 1 atingindo 13,2%.

” A carteira de crédito ampla da CAIXA fechou com saldo de R$ 720,1 bilhões em junho de 2020. O aumento de 8,3% nas contratações de crédito impulsionou o crescimento de 5,5% no saldo da carteira em relação ao segundo trimestre de 2019, influenciado principalmente pelos aumentos de 7,2% em habitação, 34,3% em crédito rural, de 2,6% em saneamento e infraestrutura, de 1,1% em crédito comercial pessoa física e de 6,3% na carteira comercial pessoa jurídica. Somente no segundo trimestre, a CAIXA contratou mais de R$ 100 bilhões em crédito, valor 10,5% superior ao primeiro trimestre de 2020″.