Cade aprova compra da Biosev pela Raízen

São Paulo – O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a compra da Biosev pela Raízen, subsidiária da Cosan.

No dia 8 de fevereiro, a Cosan informou que sua controlada Raízen Energia celebrou contrato de compra da Biosev e a Hédera Investimentos e Participações na qualidade de acionista controladora. A empresa concordou em adquirir até 100% das ações de emissão da Biosev.

Ainda segundo a Cosan, a compra é uma combinação de negócios envolvendo uma troca de ações, com emissão de 3,5% de ações preferenciais da Raízen e o pagamento R$ 3,6 bilhões para refinanciamento da dívida da Hédera.

A combinação entre as empresas resultará numa operação com 15% de participação do mercado Centro-Sul de moagem e biomassa de cana-de-açúcar, ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 5,2 bilhões e capex de R$ 4 bilhões, em números de 2019/2020.

Bruno Soares / Agência CMA