Butantan começa a produzir 8,6 mi novas doses de vacina

115
Doses da CoronaVac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. (Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo)

São Paulo – O Instituto Butantan começou no sábado a produzir as 8,6 milhões de novas doses da vacina contra a covid-19 a partir dos insumos recebidos da China na quarta-feira (3). A previsão é de que estas novas doses sejam liberadas para aplicação na população a partir de 23 de fevereiro.

O Butantan disse que na próxima quarta-feira (10) deve receber 5.600 litros de insumos para as vacinas da Sinovac – o que permitiria a produção de outras 8,7 milhões de doses, e que negocia a liberação de mais 8 mil litros de matéria-prima.

Até 31 de janeiro, conforme cronograma estabelecido com o contrato com o Ministério da Saúde, foram entregues 8,7 milhões de vacinas do Butantan para imunização dos brasileiros, das quais 6 milhões foram enviadas em 17 de janeiro, 900 mil em 22 de janeiro e 1,8 milhão em 29 de janeiro.

Na última terça-feira (5) foram liberadas mais 1,1 milhão de doses ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério), totalizando 9,8 milhões.

A vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Sinovac e envasada pelo Butantan requer duas aplicações para atingir sua eficácia total.

Gustavo Nicoletta / Agência CMA (g.nicoletta@cma.com.br)