Brasil tem 3ª semana de quase estabilidade em novos casos de covid-19

Homem usando máscara anda de bicicleta por ruas vazias após pandemia de covid-19 / Foto: ONU

São Paulo – Os novos casos de covid-19 no Brasil ficaram praticamente estáveis pela terceira semana consecutiva, com apenas dois estados apresentando crescimento de mais de 10% no número de recém-infectados pela doença, e 15 registrando queda nos casos.

Na semana encerrada em 15 de agosto, o número de novos casos de covid-19 no Brasil aumentou em 0,1%, para 304.684. Na semana anterior, houve queda de 2,8% nos novos casos, e uma semana antes disso declínio de 2,0%.

O Paraná foi o estado com maior aumento no número de recém-infectados (35,6%), seguido por Mato Grosso do Sul (17,5%) e São Paulo (9,2%). Também houve alta em Goiás (9,1%), Roraima (7,9%), Rio de Janeiro (6,9%), Rio Grande do Sul (5,4%), Pernambuco (4,0%), Espírito Santo (3,9%), Amazonas (3,5%), Bahia (2,2%) e Minas Gerais (0,3%).

Na outra ponta, o destaque de queda no número de novos casos na última semana foram Acre (-35,1%), Rio Grande do Norte (-30,1%) e Ceará (-25,8%). Em seguida, aparecem Sergipe (-24,6%), Maranhão (-19,0%), Amapá (-16,3%), Piauí (-14,7%), Santa Catarina (-14,4%), Rondônia (-13,2%), Paraíba (-11,5%), Pará (-10,3%), Alagoas (-7,4%), Tocantins (-6,6%), Distrito Federal (-5,1%) e Mato Grosso (1,0%).

Até ontem, o Brasil registrava 3,340 milhões de pessoas infectadas pela covid-19, segundo dados do Ministério da Saúde. O governo estima que a maior parte delas (2,432 milhões) foram curadas da doença, o que reduz o número efetivo de doentes para 799.889 pessoas. Só ontem, porém, foram notificados 23.101 novos infectados.

O número de mortes provocadas pela covid-19 é de 107.852, sendo 620 delas reportadas no último domingo. Com isso, a taxa de letalidade da doença está em 3,2%, estável em relação a sábado.