Brasil e Argentina assinam acordo de livre comércio automotivo

120

Por Gustavo Nicoletta

São Paulo – O Brasil e a Argentina assinaram o acordo firmado em 6 de setembro que prevê o livre comércio de bens deste setor entre dois países a partir de julho de 2029. Até lá, haverá zeragem gradual das tarifas de importação aplicadas a produtos automotivos. O acordo ainda precisa virar lei nos dois países para passar a valer.

Segundo o Ministério da Economia, o comércio de produtos automotivos corresponde à metade do intercâmbio de bens entre os dois países. Em 2018, as exportações brasileiras desse setor para a Argentina chegaram a US$ 7,5 bilhões.

“Atualmente o Brasil já conta com instrumentos bilaterais com a Argentina e o Uruguai, negocia com o Paraguai e trabalha com vistas a um entendimento entre os quatro países no âmbito do bloco. Os entendimentos anteriores entre o Brasil e Argentina para o setor automotivo vinham sendo renovados periodicamente. O novo texto, contudo, tem validade indeterminada”, disse o ministério.