Brainard, do Federal Reserve, alerta para riscos e incertezas econômicas

201
A diretora do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Lael Brainard / Foto: Divulgação/ Fed

São Paulo – A economia norte-americana enfrenta riscos substanciais, incluindo a retirada prematura da ajuda do governo para apoiar o crescimento, e que exigiria estímulo contínuo do banco central, disse uma das diretoras do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Lael Brainard.

“Como a recuperação provavelmente enfrentará ventos contrários relacionados com [vírus] por algum tempo, nos próximos meses será importante que a política monetária passe da estabilização à acomodação”, afirmou ela em discurso.

Segundo Brainard, o risco de demissões permanentes e falências de empresas aumentará à medida que a incerteza relacionada à pandemia do novo coronavírus permanecer elevada. Neste sentido, ela defendeu apoio federal adicional.

“Como aconteceu na primeira fase da crise, o apoio fiscal continuará sendo essencial para sustentar muitas famílias e empresas”, disse.

Para Brainard, a mudança anunciada pelo Fed na semana passada para uma abordagem mais flexível de inflação média tem um papel importante em sua capacidade de fornecer suporte contínuo.