Bradesco BBI eleva Gerdau para compra e reitera visão otimista sobre Vale

170
(Foto: Freeimages/Daniel Vazquez)

São Paulo – As ações de siderúrgicas e mineradoras estão entre as maiores altas do Ibovespa hoje depois que o Bradesco BBI mostrou uma visão mais otimista sobre o setor, elevando a recomendação das ações da Gerdau de “neutral” (equivalente à manutenção) para “outperform” (equivalente à compra). O preço-alvo também foi elevado, de R$ 17,00 para R$ 26,00.

Os papéis da Gerdau são considerados os preferidos do setor pelo banco, ao lado da Vale, que teve sua recomendação de compra reiterada e o preço-alvo elevado de US$ 17,00 para US$ 18,00 por american depositary receipts (ADRs, recibos de ação de empresas estrangeiras negociados na Bolsa de Valores de Nova York).

Segundo os analistas do banco, o foco de investidores deve ser em nomes que ainda oferecem geração de fluxo de caixa, crescimento dos lucros e potencial de reclassificação, já que os papéis do setor na América Latina subiram mais de 70% desde as baixas de março e muitas ações já estão precificando um cenário de crescimento global mais forte, embora ainda exista certo nível de incerteza.

Sobre a Gerdau, os analistas explicam que o motivo da elevação de recomendação é o forte impulso de lucros em meio a uma demanda resiliente de aços longos, aos aumentos de preços no Brasil e à sua exposição ao dólar. Já a recomendação para a Usiminas foi mantida em “neutral”, com preço-alvo de R$ 12,00.

“O mercado brasileiro de aço está em uma trajetória de recuperação ’em forma de V’, com aços longos claramente positivos destaque (forte atividade de construção imobiliária, que esperamos continuar em ritmo forte em 2021 + segmento de varejo impulsionado pela ajuda do governo)”, disseram em relatório.

Para eles, o ambiente de demanda melhor do que o esperado ainda permitiu vários aumentos de preços para clientes das siderúrgicas e ainda veem espaço para aumentos adicionais no curto prazo.

Já em relação à Vale, destacam que estão mais positivos nos fundamentos do minério de ferro, com nova estimativa de preço da commodity de US$ 90,00 e US$ 80,00 a tonelada em 2021 e 2022, respectivamente, o que representa um crescimento de cerca de 25% frente a projeções anteriores.

Os melhores preços do minério devem se traduzir em geração de fluxo de caixa robusta e remuneração para acionistas, enquanto a redução do risco do rompimento da barragem de Brumadinho (MG) continua.

Às 12h26 (horário de Brasília), as ações da Gerdau Metalúrgica (GOUA4 4,62%) lideravam as valorizações do Ibovespa, seguidas dos papéis da Gerdau (GBBR4 4,42%), da Usiminas (USIM5 3,58%) , da CSN (CSNA3 3,33%) e da Vale (VALE3
2,47%).