BR Distribuidora vê acertada decisão de reduzir mistura de biodiesel

149

São Paulo – A BR Distribuidora afirma que a decisão da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em reduzir temporariamente o percentual de mistura obrigatória de biodiesel no diesel para 10% e reiniciar a terceira etapa do 75 leilão de biodiesel é acertada e primordial para garantir o abastecimento de óleo diesel nos meses de setembro e outubro.

Em nota, a BR disse ainda que entende que são necessárias avaliações de medidas urgentes para o mês de agosto a fim de manter o equilíbrio do abastecimento.

“Devido a tamanha imprevisibilidade causada pela pandemia do covid-19, a flexibilização é o melhor caminho para todo o setor e para a sociedade, pois é inegável o impacto na oferta de biodiesel nos últimos meses, durante os quais o próprio órgão regulador considerou haver um desbalanço”.

A distribuidora explica que não estão sendo disponibilizados volumes de biodiesel suficientes para atender à demanda da mistura do diesel, que vem registrando aumento gradual de consumo com a reabertura da economia.

Além disso, a BR reitera seu entendimento quanto à relevância dos biocombustíveis para a matriz energética brasileira, tendo no biodiesel, em conjunto com o etanol, a garantia ao país de uma posição de destaque pela diversidade de fontes energéticas.

“No entanto, o atual cenário ainda exige um espírito colaborativo de todos os agentes envolvidos, com o único objetivo de manter o abastecimento e, consequentemente, a mobilidade do país”.