Boris Johnson pede unidade ao Parlamento para negociar Brexit com UE

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson. Foto: Divulgação/ Boris Johnson

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, enviou uma carta à Câmara dos Comuns, pedindo unidade para que consiga avançar nas negociações do Brexit com a União Europeia (UE), e explicando seus planos para suspender as sessões parlamentares em setembro.

“Os Estados membros estão observando com grande interesse o que o Parlamento faz e só demonstrando unidade e determinação teremos a oportunidade de garantir um novo pacto que possa ser aprovado no Parlamento”, afirmou. “Por enquanto, o governo vai adotar a abordagem responsável de continuar seus preparativos para deixar a UE, com ou sem acordo”.

O premiê destacou ainda que está se preparando para a reunião do Conselho Europeu, que reúne chefes de estado e de governo da UE. “Quero reiterar aos meus colegas que as semanas até o Conselho Europeu de 17 e 18 de outubro são vitais para minhas negociações com a UE”, escreveu.

Na carta, Johnson explicou ainda seu plano de suspender o Parlamento em setembro. “Esta manhã falei com Sua Majestade a Rainha para pedir o fim da atual sessão parlamentar na segunda semana de setembro”, afirmou o primeiro-ministro.

Segundo ele, as atividades serão retomadas em 14 de outubro com o tradicional discurso da rainha, juntamente com programa legislativo do governo. A Câmara dos Comuns retorna do recesso no dia 3 de setembro e as sessões continuarão pelo menos até dia 9, de acordo com a carta.

A suspensão do Parlamento reduz o tempo para os legisladores da oposição aprovarem leis para impedir o governo de romper com a UE sem um acordo de saída. Ontem, Jeremy Corbyn, chefe do Partido Trabalhista, e outros líderes de oposição se reuniram e concordaram em promover uma lei para frear o Brexit sem acordo. O Brext está previsto para o dia 31 de outubro.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com