Bolsonaro não descarta sair do PSL, diz porta-voz

119

Por Álvaro Viana

O Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro. (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Brasília – O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, parafraseou o presidente da República, Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira (14) ao ser indagado por jornalistas a respeito de uma eventual saída do seu partido, o PSL. “Presidente analisa a situação referente ao seu posicionamento em relação ao PSL dia após dia e usa a metáfora que já é usual: “qualquer casamento é passível de divórcio”, disse.

Sobre a discussão entre o senador Major Olímpio (PSL-SP), um dos principais parlamentares do governo no Congresso, e o vereador e filho do presidente, Carlos Bolsonaro, o porta-voz afirmou que Bolsonaro não comentou “diretamente” o caso, mas relembrou que o apoiou durante campanha ao Senado e que “o ajudou a atingir uma quantidade considerável de votos que o tornaram o senador mais votado em São Paulo a cinco dias das eleições Senador Major Olímpio encontrava, segundo alguns institutos de pesquisa, em 5 lugar”.