BNDES escolhe consórcio que fará estudos para privatização dos Correios

199

São Paulo – O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) homologou o consórcio Postar como responsável pela realização dos estudos que indicarão alternativas de parceria com a iniciativa privada para gestão dos Correios, após apresentar proposta de R$ 7,89 milhões.

O grupo, formado por Accenture do Brasil e Machado, Meyer, Sendacz, Opice e Falcão Advogados, considerará a necessidade de atendimento universal do serviço no território nacional, entre eles a expansão da qualidade da infraestrutura e a melhoria dos serviços públicos a partir da ampliação dos investimentos.

Os estudos serão coordenados pelo BNDES com a supervisão do comitê interministerial, formado pelos ministérios da Economia e Comunicações, incluindo a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), que tem como objetivo acompanhar e opinar sobre os estudos que serão realizados.

Ao todo, nove consórcios participaram da seleção, que teve início em maio. Após conclusão da primeira etapa de análise da qualidade técnica dos participantes e do preço ofertado por cada um, os três grupos mais bem colocados foram convocados para apresentação de nova proposta comercial.