Biden usará diplomacia para forçar países a lidar com questão climática

Foto: Mauro Bertolini / freeimages.com

São Paulo – O presidente norte-americano, Joe Biden, pretende usar a diplomacia para fazer com que os 40 líderes convidados para a cúpula desta semana se mobilizem para adotar ações concretas para conter as mudanças climáticas.

“O presidente Biden vai usar os canais diplomáticos para lidar com questões do clima e com outros países sobre o tema”, disse a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

Biden convidou 40 líderes globais para participar de uma cúpula de dois dias sobre o clima que será organizada pelo governo norte-americano, entre eles o presidente Jair Bolsonaro. A chamada Cúpula dos Líderes sobre o Clima será realizada virtualmente na quinta e sexta-feira.

Na semana passada, Bolsonaro enviou uma carta a Biden prometendo zerar o desmatamento ilegal até 2030 e pedir apoio aos Estados Unidos para alcançar essa meta. John Kerry, enviado especial de Biden para o clima, viu com bons olhos a promessa, mas pediu que o governo brasileiro adote ações concretas e apresente resultados para a preservação ambiental.

Levantamento do Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) mostra que o desmatamento na Amazônia em 2020 foi o maior dos últimos dez anos, com um aumento de 30% em relação ao ano anterior.