Biden promete reduzir em 50% emissões de gases dos EUA em abertura de cúpula

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assumiu o compromisso de diminuir pela metade o nível de emissão de gases causadores do efeito estufa no país até o fim desta década na abertura da cúpula virtual do clima realizada na Casa Branca. Ele também pediu a outras nações que tomem medidas igualmente ambiciosas para enfrentar a mudança climática.

“Nenhuma nação pode resolver esta crise por conta própria”, disse Biden no início da cúpula de dois dias. “Todos nós, e particularmente aqueles que representam as maiores economias do mundo, temos que dar um passo à frente.”

A reunião tem como objetivo dar início às negociações para um acordo global para reduzir as emissões em todo o mundo. O evento conta com 40 chefes de estado, entre eles Rússia e China.

“Acredito em criar uma economia não só mais próspera como mais saudável e sustentável”, afirmou ele. “Por isso, mantendo altos investimentos na renovação de nossa infraestrutura pretendemos diminuir em 50% as emissões de gases causadores do efeito estufa até o fim da década”.

A linha de base para metas climáticas parecidas é a de emissões totais realizadas em 2005. Em 2019, o ano mais recente para o qual há dados completos disponíveis, as emissões norte-americanas foram cerca de 13% abaixo dos níveis de 2005, de acordo com a Agência de Proteção Ambiental.

As emissões no ano passado foram projetadas para cair 21% em relação à linha de base de 2005, em parte devido a uma desaceleração relacionada à pandemia. Mas este ano, as emissões estão aumentando novamente, à medida que a economia se recupera.

“Os sinais são inconfundíveis, a ciência é inegável e o custo da inação continua aumentando”, disse Biden.

Apesar da promessa, é importante notar que desde que Biden assumiu o cargo em janeiro, o Congresso fez pouco progresso na legislação que empurraria o país em direção à meta de redução de emissões de 50%, e o governo Biden não propôs formalmente novos regulamentos climáticos importantes.

Algumas empresas importantes, incluindo Apple Inc., Johnson & Johnson e Walmart Inc., endossaram a meta de 50%.