Biden orienta estados a vacinar adultos contra covid-19 até 1° de maio

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou que vai orientar todos os estado do país para tornarem todo os adultos elegíveis para receberem a vacina contra covid-19 até o dia primeiro de maio, em seu primeiro discurso realizado em horário nobre, ontem à noite, na Casa Branca.

“Estou anunciando que irei direcionar todos os estados, tribos e territórios para tornar todos os adultos – pessoas com 18 anos ou mais – elegíveis para serem vacinados até primeiro de maio”, disse Biden, acrescentando que será lançado um novo website para que as pessoas encontrem o local mais próximo para receber a vacina.

Segundo ele, a distribuição de doses para professores e funcionários de escolas será acelerada, e novas orientações serão divulgadas sobre o que pessoas totalmente vacinadas podem ou não fazer. Biden pediu que cada pessoa siga fazendo a sua parte, respeitando as medidas de prevenção.

“Se todos nós fizermos nossa parte, este país será vacinado em breve, nossa economia estará se recuperando, nossos filhos estarão de volta à escola e teremos provado mais uma vez que este país pode fazer qualquer coisa”, disse ele.

“Se fizermos isso juntos, até 4 de julho, há uma boa chance de vocês, suas famílias e amigos poderem se reunir no seu quintal ou no seu bairro e ter um churrasco e um churrasco e comemorar o Dia da Independência. Isso não significa grandes eventos com muitas pessoas juntas, mas significa que pequenos grupos poderão se reunir”, afirmou.

O presidente alertou que medidas de contenção podem ser restabelecidas se a propagação dos casos de covid-19 aumentar no país. “Se não ficarmos vigilantes e as condições mudarem, talvez tenhamos que restabelecer as restrições para voltar aos trilhos. E, por favor, não queremos fazer de novo”, disse.

“Fizemos muito progresso. Não é hora de desistir. Assim como estamos saindo de um inverno sombrio para uma primavera e verão promissores, [agora] não é o momento de não seguir as regras”, segundo Biden. “Prometo que farei tudo ao meu alcance, não vou ceder até vencermos esse vírus”, concluiu.

O discurso foi feito horas após o presidente assinar e transformar em lei o plano de alívio pela covid-19 de US$ 1,9 trilhão, e enquanto o país avança em seus esforços de vacinação. Os Estados Unidos bateram recorde de vacinação diária no sábado, ao imunizar 2,9 milhões de pessoas em 24 horas.

Ao todo, 65% das pessoas com 65 anos ou mais que vivem no país já receberam pelo menos a primeira dose da vacina, e 70% com mais de 75% fizeram o mesmo. Os dados disponíveis do Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) mostram que cerca de 10% da população já foi vacinada, ou cerca de 32 milhões de pessoas.