Biden discutirá coordenação global de vacinação contra covid-19 no G-7

92
O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, deve tentar coordenar um plano de vacinação e renovação econômica amanhã durante a primeira reunião virtual do G-7 (grupo composto por Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Canadá) de seu mandato.

“A reunião de amanhã oferece a oportunidade do presidente de dividir planos para combater a pandemia de covid-19 e coordenar ações de vacinação e medidas para retomada econômica”, informou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, em coletiva de imprensa.

Psaki ressaltou que a volta dos Estados Unidos à Organização Mundial da Saúde (OMS) mostrou aos países do grupo o comprometimento dos norte-americanos em colaborar com a derrota do novo coronavírus.

O ex-presidente Donald Trump havia se retirado do órgão por não concordar com a forma como a OMS tratava a China em sua estratégia de combate à pandemia. Trump considerava que o país deveria ser responsabilizado pela situação já que o vírus surgiu em território chinês.

“Além disso, os Estados Unidos estão comprometidos a participar da iniciativa Covax”, anunciou Psaki, se referindo ao projeto que conta com a ajuda de diversos países para levar a vacina contra covid-19 a nações menos desenvolvidas.

“O presidente também deve discutir como garantir mais investimentos em escala global e formas de garantir a saúde competitiva dos países em relação à China”, disse ela.

“Por fim, o presidente Biden e outros líderes também discutirão uma agenda robusta de medidas para enfrentar a crise climática global, uma das principais prioridades do governo”, concluiu a porta-voz.