Biden desfaz ações de Trump na saúde com mais dois decretos

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Campanha Joe Biden

São Paulo – O presidente norte-americano, Joe Biden, deu sequência à série de decretos que visam desfazer medidas adotadas por seu antecessor Donald Trump, assinando dois decretos para ampliar a cobertura de saúde nos Estados Unidos em um momento no qual o país atravessa uma crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

“Não estou inaugurando uma legislação nova sobre saúde com esses decretos, estou apenas devolvendo o país para o ponto onde estava antes de Trump desfazer os avanços obtidos na saúde”, disse ele em breves declarações a repórteres na Casa Branca.

Um dos decretos está relacionado ao Medicaid – programa de saúde social dos Estados Unidos para famílias e indivíduos de baixa renda e recursos limitados – e outro com a ampliação da cobertura de saúde ligada à covid-19.

Com as medidas, Biden redireciona as agências a reexaminar as políticas que prejudicam as proteções para doenças preexistentes e tornam mais difícil a inscrição no Medicaid e na Lei de Cuidados Acessíveis, a chamada Obamacare.

Biden rescindiu a regra que proíbe organizações sem fins lucrativos internacionais que fornecem aconselhamento sobre aborto ou referências de receber financiamento dos Estados Unidos.