Biden cria fundo de revitalização para ajudar bares e restaurantes

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden / Foto: Casa Branca

São Paulo – O presidente norte-americano, Joe Biden, criou hoje o fundo de revitalização para ajudar bares e restaurantes – que fazem parte dos setores mais afetados pela crise provocada pela pandemia de covid-19 – a voltarem a operar e contratar em meio ao processo de reabertura econômica.

“A economia está se recuperando, mas alguns setores ainda sentem os efeitos negativos da crise provocada pela pandemia como os bares e restaurantes. Uma pesquisa mostrou que apenas um quarto dos donos de bares e restaurantes nos Estados Unidos acreditam que o setor poderá voltar à normalidade em seis meses”, disse Biden.

Mais cedo, o presidente norte-americano autorizou a criação do Fundo de Revitalização de Restaurantes de US$ 28,6 bilhões, que faz parte Plano de Resgate Americano.

Esse fundo criará um novo programa federal para proprietários de restaurantes com 20 ou menos unidades. As operadoras podem se inscrever para concessões isentas de impostos de até US$ 5 milhões por local ou até US$ 10 milhões para operações. O valor do subsídio é determinado subtraindo as vendas de 2020 das receitas de 2019.

“Esse fundo ajudará o setor a se recompor e os recursos poderão ser usados para cobrir a folha de pagamentos, aluguéis ou estoques. Pode ser usado para tudo o que for preciso para manter bares e restaurantes abertos ou para apoiar o processo de reabertura”, afirmou Biden. “As inscrições para o fundo começam na segunda-feira”, acrescentou.

O presidente norte-americano afirmou que, por conta da pandemia, o setor de bares e restaurantes foi responsável pela perda de 2,3 milhões de empregos no país.

“Antes da pandemia, o setor correspondia a 12% de todos os empregos nos Estados Unidos. Além disso, este é um setor que emprega pessoas com menos qualificação e que tiveram menos chances”, afirmou.