Biden apresenta equipe econômica e formaliza indicação de Yellen ao Tesouro

232
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e sua vice, Kamala Harris / Foto: Campanha Joe Biden

São Paulo – O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, apresentou formalmente os nomes que farão parte de sua equipe econômica. O principal deles é a ex-presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Janet Yellen, indica como secretária do Tesouro.

Ao apresentar Yellen, Biden lembrou dos cargos que ela já ocupou no governo. Além de chefia o Fed, ela também já comandou o Conselho de Consultores Econômicos da Casa Branca.  “Yellen é respeitada em todo o mundo e também pelos dois lados da política norte-americana”, disse ele.

Em suas primeiras declarações, Yellen afirmou que o momento é desafiador para os Estados Unidos e que sua missão será trabalhar em conjunto para reconstruir uma economia melhor do que antes da pandemia do novo coronavírus. Precisamos garantir que essa recuperação incluirá a todos. Essa é uma tragédia americana e precisamos agir com rapidez. Além dos problemas da crise, precisamos lidar com questões estruturais como a desigualdade”, afirmou ela.

Se confirmados pelo Senado, Yellen terá como vice-secretário do Tesouro, Wally Adeyemo,  advogado nascido na Nigéria, ex-assessor de segurança nacional e atual presidente da Fundação Obama.

“Junto com Yellen vamos construir uma economia que incluirá todas as pessoas. Acabaremos com ameaças como o terrorismo pelas vias que temos no Tesouro e garantiremos que a política externa protegerá os interesses dos Estados Unidos”, afirmou Wally, acrescentando que os desafios atuais não têm precedentes.

A escolha de Biden para o Escritório de Administração e Orçamento é a mais polêmica. Ele  indicou Neera Tanden, a qual os republicanos dizem que seus comentários ameaçarão sua confirmação e minarão a promessa do novo presidente de acalmar as águas políticas.

Tanden, atualmente chefe do Center for American Progress, tornou-se um para-raios na implementação de sua equipe por Biden, em parte devido aos comentários que ela fez no Twitter. Ela usou a plataforma para criticar regularmente o presidente norte-americano, Donald Trump, e os legisladores republicanos, incluindo alegações flutuantes envolvendo a Rússia, enquanto também lutava com a ala esquerda do Partido Democrata.

“O orçamento muda a vida das pessoas e faz toda a diferença na vida das pessoas. Por isso, meu objetivo é moldar os orçamentos para impulsionar a economia norte-americana”, afirmou Tanden ao ser apresentada.

Cecilia Rouse foi indicada para liderar o Conselho de Consultores Econômicos (CEA, na sigla em inglês). Ela trabalhará com os conselheiros Jared Bernstein e Heather Boushey, que também estarão no CEA e foram apresentados hoje por Biden.

“O momento é de urgência e oportunidade. Urgência para acabar com a crise e oportunidade para reconstruirmos uma economia melhor”, afirmou Rouse, lembrando que muitas pessoas perderam o emprego e ficaram ainda mais vulneráveis à crise provocada pela pandemia.