BC fará compromissadas com títulos do Brasil denominados em dólar

621
Edifício-sede do Banco Central em Brasília. (Foto: Divulgação/BC)

São Paulo – O Banco Central (BC) passará a fazer operações de compra com compromisso de revenda – conhecidas como repos – de títulos soberanos do Brasil denominados em dólar e que estão nas mãos de instituições financeiras nacionais.

Este tipo de operação equivale a um empréstimo de curto prazo para quem detém o título – no caso, as instituições financeiras. Como os papéis são denominados em dólares, as repos garantiriam uma linha de liquidez em moeda estrangeira.

“A medida visa aumentar o conjunto de instrumentos à disposição do BCB para atuação no mercado de câmbio, em função dos efeitos da propagação do coronavírus nos mercados financeiros mundiais, e se alinha com medidas recentes tomadas por BCs no mundo todo”, disse o Banco Central em nota.

Os títulos serão comprados pelo Banco Central com desconto de 10% em relação aos preços de mercado. Haverá transferência de margem durante a vigência da operação sempre que a exposição for igual ou superior a US$ 500 mil.

As condições de cada operação serão definidas pelo Departamento de Operações das Reservas Internacionais do Banco Central. A medida entra em vigor hoje e tem o objetivo de “garantir o bom funcionamento dos mercados”, disse o BC em um comunicado.

A demanda por dólares está alta no mercado. Nos Estados Unidos, o banco central injetou cerca de US$ 200 bilhões por meio de repos ontem. Além disso, o banco central norte-americano, em coordenação com os bancos centrais da Inglaterra, do Japão, da zona do euro e da Suíça diminuíram o custo e aumentaram os prazos de operações de swap cambial semanais que são promovidas por estas instituições.