BC da Austrália mantém juros, sugere que recessão pode ser menor que esperada

287
Fachada do edifício do banco central da Austrália. (Foto: Divulgação/Reserve Bank of Australia)

São Paulo – O banco central da Austrália manteve a taxa básica de juros do país em 0,25% ao ano e afirmou que, apesar de a economia local estar passando por um período “muito difícil” por causa da pandemia de covid-19, “é possível que a profundidade da recessão seja menor que a anteriormente esperada”.

“A taxa de novas infecções caiu significativamente e algumas restrições foram afrouxadas antes do que se considerava provável. E há sinais de que as horas trabalhadas se estabilizaram no início de maio, após um declínio muito acentuado antes. Também houve retomada em algumas formas de gastos com consumo”, disse a instituição no comunicado com a decisão de política monetária.

Ao mesmo tempo, o banco central australiano ressaltou que a perspectiva econômica, assim como a natureza e a velocidade da recuperação no país, “continuam altamente incertas e a pandemia provavelmente terá efeitos duradouros.”

“No período imediatamente à frente, muito vai depender da confiança que as pessoas e as empresas terão a respeito da situação da saúde e nas próprias finanças”, acrescentou.

O banco central reiterou o compromisso de “fazer o que puder para amparar empregos, renda e empresas e garantir que a Austrália esteja bem posicionada para a recuperação”.