BC cria grupo de trabalho para discutir open banking

228
Edifício-sede do Banco Central em Brasília. (Foto: Divulgação/BC)

São Paulo – O Banco Central (BC) criou um grupo de trabalho para propor uma estrutura responsável pela governança do processo de implementação no Brasil do chamado open banking – o compartilhamento de informações de clientes bancários entre as instituições e prestadoras de serviços financeiros. O plano deve ser apresentado até 30 de abril, segundo uma portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU).

O grupo de trabalho será composto por um representante do BC, que coordenará os trabalhos, e por representantes de prestadores de serviços relacionados com contas de depósitos e com operações de crédito indicados pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a Associação Brasileira de Bancos (ABBC), a Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e a Associação Brasileira de Crédito Digital (ABCD).

Também farão parte do grupo pessoas indicadas pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), a Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs), a Associação Brasileira de Instituições de Pagamentos (Abipag), Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net) e Associação Brasileira de Internet (Abranet).

As propostas contidas no relatório devem tratar sobre os órgãos que devem compor a estrutura responsável pela governança do processo de implementação do open banking, a composição, as atribuições e as responsabilidades destes órgãos, regras sobre como escolher as pessoas que farão parte desta estrutura, os critérios para a definição do orçamento para a implantação, o processo de tomada de decisão, entre outros.