Bank of America eleva estimativa de lucros dos bancos

São Paulo – O Bank of America (BofA) atualizou sua cobertura de bancos brasileiros para incorporar os resultados do primeiro trimestre, com a elevação das estimativas de lucro e redução dos encargos de provisões.

“Continuamos positivos no setor, devido ao forte impulso dos lucros e à avaliação abaixo da média histórica. Esperamos um ambiente de aumento de taxas e a reabertura da economia para sustentar o forte impulso dos ganhos na segunda metade do ano, o que deve sustentar o desempenho do preço das ações”, disseram os analistas Mario Pierry e Antonio Ruette, em relatório.

Após o lucro líquido registrado pelas instituições no primeiro trimestre, os especialistas revisaram as estimativas de lucro para 2021-22 em 4% a 5% e atualizaram os preços-alvo das ações em 23% acima dos preços atuais em média, considerando também que enquanto o Ibovespa subiu 2% no acumulado do ano, os papéis dos bancos caíram 9% no período.

Com isso, a casa reiterou a recomendação de compra dos papéis de Banco do Brasil e Itaú Unibanco e neutra para o Santander.

Perto do fechamento do pregão, às 16h40 (horário de Brasília), as ações do Banco do Brasil (BBAS3) subiam 1,76%, a R$ 32,27, as do Bradesco tinham alta de 1,23%, a R$ 22,05 (BBDC3) e 1,60%, a R$ 25,40, e Santander (SANB11) leve alta de 0,81%, a R$ 39,81, enquanto os papéis do Itaú Unibanco tinham leve baixa, de 0,03%, a R$ 28,98.