Banco Mundial piora previsão de crescimento da economia global este ano

96
Foto: Sergey Klimkin / freeimages.com

São Paulo – Um cenário com distribuição ampla de vacinas contra a covid-19 favorecerá a economia global, que deve crescer 4,0% este ano, depois de uma contração esperada de 4,3% em 2020, de acordo com projeções do Banco Mundial. Essa recuperação, no entanto, será moderada se as autoridades não agirem de forma decisiva para controlar a pandemia e implementar reformas que incentivem investimentos.

Em junho, último relatório com projeções globais, o Banco Mundial esperava que a economia global encolhesse 5,2% em 2020 e crescesse 4,2% este ano. Em 2019, a economia global cresceu 2,3%.

“Embora a economia mundial pareça ter entrado em um período de recuperação moderada, os formuladores de políticas públicas enfrentam desafios tremendos — em termos de saúde pública, gestão da dívida, políticas orçamentárias, banco central e reformas estruturais — ao tentar garantir que esta recuperação global ainda frágil ganhe força e estabeleça a base para o crescimento robusto”, afirma o presidente do Grupo Banco Mundial, David Malpass.

“Para superar os impactos da pandemia e contrabalançar os ventos contrários do investimento, é necessário um grande impulso para melhorar o ambiente de negócios, aumentar a flexibilidade do mercado de trabalho e de produtos, e fortalecer a transparência e a governança”, acrescentou.

Segundo o relatório, embora a economia mundial esteja crescendo novamente após uma contração esperada de 4,3% em 2020, a pandemia provocou um forte impacto em termos de mortes e doenças, deixou milhões de pessoas na pobreza e poderá deprimir a atividade econômica e a renda por um período prolongado.

Por isso, o Banco Mundial diz que as prioridades de curto prazo são controlar a propagação da covid-19 e assegurar uma rápida e ampla implementação da vacina. Para apoiar a retomada econômica, as autoridades também precisarão facilitar o ciclo de reinvestimento voltado para o crescimento sustentável menos dependente da dívida pública, de acordo com o organismo multilateral.

Ainda assim, sendo o banco, o colapso da atividade econômica mundial em 2020 foi ligeiramente menos severo do que o projetado anteriormente, principalmente em razão de contrações menos profundas nas economias avançadas e uma retomada mais robusta na China. Em comparação, a interrupção da atividade econômica na maior parte das outras economias de mercado emergente e em desenvolvimento foi mais aguda do que o esperado, segundo o relatório.

“As fragilidades financeiras em muitos desses países, à medida que os choques do crescimento impactam o balanço das famílias e das empresas, também precisarão ser abordadas”, afirmou a vice-presidente e economista-chefe do Grupo Banco Mundial, Carmen Reinhart.

Segundo o Banco Mundial, as perspectivas de curto prazo permanecem altamente incertas e resultados diferentes em termos de crescimento são ainda possíveis. Um cenário negativo em que as infecções continuam a aumentar e o lançamento da vacina é atrasado poderia limitar a expansão global em 1,6% em 2021. No entanto, em um cenário positivo de controle bem-sucedido da pandemia e um processo de vacinação mais rápido, o crescimento global poderia acelerar para quase 5,0%.