Banco da Inglaterra mantém taxa de juros e compra de ativos inalteradas

128
Sede do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) / Foto: BoE

São Paulo – O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) manteve a taxa básica de juro do Reino Unido inalterada em 0,1% e os estoque de compras de ativos em 895 bilhões de libras, destacando que permanece pronto para adotar mais medidas, se necessário, para alcançar a meta de inflação de 2%.

A decisão do Comitê de Política Monetária (MPC, na sigla em inglês) foi unânime. O banco também afirmou que é apropriado começar os preparativos para usar taxas de juros negativas no futuro, se necessário, ao mesmo tempo em que revisou para cima suas projeções para a economia britânica, citando avanços na vacinação contra covid-19.

“Os programas de vacinação contra covid-19 estão em andamento em vários países, incluindo o Reino Unido, o que melhorou as perspectivas econômicas”, diz o BoE. “Espera-se que o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido tenha aumentado um pouco no quarto trimestre de 2020, para um nível cerca de 8% menor do que no quarto trimestre de 2019. Isso é materialmente mais forte do que o esperado no relatório de novembro”.

Segundo do o banco, o impacto das atuais restrições não deve ser tão severo quanto no segundo trimestre de 2020. Por outro lado, houve um aumento de casos, incluindo de novas cepas, e a reimposição de contenções. No primeiro trimestre de 2021, o PIB deverá cair cerca de 4% em contraste com as expectativas de um aumento no relatório de novembro.

“Projeta-se que o PIB se recupere rapidamente em direção aos níveis pré-covid-19 ao longo de 2021, já que o programa de vacinação levará a um alívio das restrições”, ainda que as perspectivas para a economia permaneçam “incomumente incertas”, e dependam da evolução da pandemia.

O BoE citou ainda que o Reino Unido e a União Europeia (UE) anunciaram um acordo comercial do Brexit.

Com relação aos preços, eles seguem fracos devido à pandemia, e devem acelerar para a meta de 2% na primavera local, à medida que a redução do imposto sobre valor agregado (IVA) para certos serviços chega ao fim e dada a evolução dos preços da energia. A inflação deve alcançar a meta no segundo e terceiro anos do período de previsão, diz o BoE.

“O MPC continuará monitorando a situação de perto. Se as perspectivas para a inflação se enfraquecerem, o Comitê estará pronto para tomar as medidas adicionais necessárias para cumprir sua missão”, diz o banco. “O Comitê não pretende apertar a política monetária pelo menos até que haja evidências claras de que avanços significativos estão sendo feitos na
eliminação da capacidade ociosa e no cumprimento sustentável da meta de inflação de 2%.”

JUROS NEGATIVOS

Em um documento separado, com o resumo e a ata da reunião de política monetária, o BoE disse que é hora de começar a se preparar para o uso de taxas de juros negativas.

“Embora o Comitê tenha deixado claro que não desejava enviar qualquer sinal de que pretende estabelecer uma taxa de juros negativa em algum momento no futuro, no geral, concluiu que seria apropriado iniciar os preparativos para fornecer a capacidade de fazê-lo, se necessário no futuro”.