Banco central do México corta taxa referencia de juros em 0,50 pp, para 5,5%

102
Sede do Banco Central do México (Banxico) / Foto: Banxico

São Paulo – O banco central do México cortou sua taxa de juros de referência em 0,50 ponto percentual (pp), para 5,5%, em uma decisão unânime, citando riscos à taxa de inflação, atividade econômica e mercados financeiros devido à pandemia do novo coronavírus.

“A pandemia de covid-19 e as medidas tomadas para impedir sua propagação afetaram significativamente a atividade econômica global”, diz o banco, em comunicado. “Isso levou a revisões sem precedentes das expectativas econômicas, que incorporam uma forte contração da atividade produtiva em 2020”.

Segundo o banco, a economia México contraiu significativamente no primeiro trimestre do ano, e “enquanto se desconhece a magnitude e duração dos efeitos causados
segundo trimestre”.

A contração econômica, por sua vez, levou a uma acentuada queda nos preços de matérias-primas, principalmente petróleo, diz o banco. A inflação anual do país diminuiu de 3,25% para 2,15% entre março e abril de 2020. Já as expectativas de curto prazo diminuíram, enquanto para médio e longo prazo permaneceram estáveis, embora em níveis acima da meta de 3%.