Banco central da Noruega corta juros em 0,25 ponto percentual e taxa cai a zero

212
Fachada do banco central da Noruega / Foto: Espen Schive / Norges Bank

São Paulo – O banco central da Noruega, Norges Bank, cortou a taxa básica de juros do país em 0,25 ponto percentual (pp), para zero, em meio à pandemia do novo coronavírus, e afirmou que deve permanecer neste patamar por um bom tempo.

Segundo o banco, “a atividade na economia norueguesa caiu abruptamente como resultado da pandemia do novo coronavírus”, o que foi agravado pela queda nos preços do petróleo, que por sua vez enfraqueceram a taxa de câmbio da coroa norueguesa.

O Norges Bank ressaltou que taxas de juros baixas não podem impedir os efeitos negativos na economia, mas ajudam a conter a desaceleração. “À medida que a situação se normaliza, baixas taxas de juros ajudarão a acelerar a atividade. Isso pode reduzir o risco de alto desemprego”.

Assim, a política monetária deve permanecer expansionista. Em março, o banco cortou os juros de 1,5% para 1,0% e depois para 0,25%. “É provável que a principal taxa de juros permaneça no nível atual por um bom tempo. Não prevemos que a taxa básica de juros seja reduzida ainda mais”, diz o presidente do Norges Bank, Oystein Olsen.

Por fim, diz o comunicado, a incerteza sobre os acontecimentos futuros é extraordinária. “Espera-se que a atividade econômica melhore à medida que as medidas de contágio forem diminuídas, mas é provável que a produção e o emprego retornem ao mesmo nível de antes da pandemia”.