Atividade industrial da China entra em contração em agosto

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial da China caiu para 49,2 pontos em agosto, após registrar 50,3 pontos em julho, de acordo com dados divulgados pelo instituto IHS Markit em parceria com o grupo de mídia Caixin.

Leituras acima de 50 pontos sugerem expansão da atividade, enquanto valores menores apontam contração. O PMI de agosto entrou em território de contração pela primeira vez desde abril de 2020, devido ao reaparecimento de clusters de covid-19 em várias regiões a partir do final de julho.

“Tanto a oferta quanto a demanda encolheram à medida que os surtos de covid-19 interromperam a produção”, disse o economista sênior do Caixin Insight Group, Dr. Wang Zhe. “Os medidores de produção, novos pedidos e os novos pedidos de exportação entraram em território negativo”.

Segundo ele, a produção encolheu pela primeira vez desde fevereiro de 2020, e as exportações caíram em meio a interrupções logísticas e na medida em que a pandemia continuou no exterior. Já o mercado de trabalho encolheu ligeiramente em meio à pressão da covid-19.

“O mais recente ressurgimento da covid-19 representou um sério desafio para a normalização econômica iniciada no segundo trimestre do ano passado”, disse. Os fabricantes permaneceram otimistas com as perspectivas de negócios, mas o indicador para as expectativas de produção futura ficou abaixo do média de longo prazo.