Atividade da indústria no Brasil é a menor desde junho de 2020

Foto: Yury Kim / Pexels

São Paulo – O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade industrial no Brasil caiu em março para 52,8 pontos – o menor nível desde junho do ano passado -, de 58,4 pontos em fevereiro, segundo dados divulgados pelo instituto IHS Markit. A leitura, superior a 50 pontos, ainda aponta expansão na atividade do setor.

“O setor industrial brasileiro observou um revés em março, com os índices de novos pedidos e de produção recuando para o território de contração devido ao aumento dos casos de covid-19 e à implementação de novos controles visando reduzir o avanço da doença”, disse a diretora associada de Economia da IHS Markit, Pollyanna de Lima.

“As restrições à cadeia de suprimentos permanecem um fator crucial da pesquisa PMI. Os prazos médios de entrega se ampliaram a um dos maiores patamares já vistos em meio à crise do transporte e à escassez de matéria-prima. Esta última, por sua vez, levou a um aumento acentuado nos custos de insumos. O aumento foi mais acentuado do que jamais registrado antes de outubro de 2020”, acrescentou.

Segundo Lima, as empresas procuraram reduzir despesas cortando empregos e aumentando os preços de venda para preservar as margens de lucro. “O índice de emprego caiu pela primeira vez desde meados de 2020, ao passo que os preços subiram a uma das taxas mais acentuadas desde o início da pesquisa, no início de 2006”, afirmou.


Este texto foi alterado às 10h18 de 1 de abril de 2021 para corrigir a referência histórica da atividade do setor industrial.