Após negociação sem sucesso, estatal decide hibernar fábrica de fertilizantes

174
Foto: Divulgação/Petrobras

São Paulo – A Petrobras informou que hibernará a fábrica de fertilizantes localizada em Araucária, no Paraná, após cessar à venda da Araucária Nitrogenados (Ansa), que vem apresentando recorrentes prejuízos desde que foi comprada em 2013.

Entre janeiro a setembro do ano passado, a subsidiária gerou um prejuízo de quase R$ 250 milhões. Para 2020, a expectativa é que o resultado seja negativo em mais de R$ 400 milhões. A estatal disse que 396 empregados serão demitidos e que, além das verbas rescisórias, eles vão receber um valor monetário composto entre R$ 50 mil a R$ 200 mil, proporcional ao tempo de trabalho.

A petrolífera explicou que ainda que no contexto atual do mercado a matéria-prima utilizada na fábrica (resíduo asfáltico) está mais cara do que seus produtos finais (amônia e ureia) e as projeções para o negócio continuam negativas.

“Com a decisão, a Petrobras dá continuidade à sua estratégia de sair do segmento de fertilizantes e focar em ativos que gerem maior retorno financeiro e estejam mais aderentes ao nosso negócio”, diz o comunicado.