Após EUA, Europa garante 300 mi de doses de vacina da Sanofi-GSK

188
Foto: Brian Hoskins / freeimages.com

São Paulo – A Comissão Europeia concluiu as negociações com a parceria farmacêutica da francesa Sanofi e da britânica GSK, abrindo caminho para um acordo de compra antecipada de 300 milhões de doses da vacina candidata contra o novo coronavírus. As informações são da agência de notícias “Sputnik”.

A Sanofi-GSK já assinou contratos de compra antecipada com os governos dos Estados Unidos e do Reino Unido para uma vacina para a covid-19.

“A Comissão Europeia concluiu conversações exploratórias com uma empresa farmacêutica para comprar uma vacina potencial contra a covid-19. O contrato previsto com a Sanofi-GSK forneceria uma opção para todos os membros da União Europeia comprarem a vacina”, diz o comunicado.

“Prevê-se que, uma vez que uma vacina provou ser segura e eficaz contra a covid-19, a Comissão estabeleceria uma estrutura contratual para a compra de 300 milhões de doses, em nome de todos os membros da UE “, acrescenta a nota.

A Comissão Europeia disse que também continuará intensas discussões com outros fabricantes de vacinas.

A vacina que está sendo desenvolvida pela Sanofi-GSK é um produto resultante da tecnologia baseada em proteínas recombinantes usada pela Sanofi para uma vacina contra influenza e a tecnologia adjuvante pandêmica estabelecida pela GSK. A vacina candidata está em andamento com a terceira das três fases necessárias de ensaios clínicos.

No início do dia, a Sanofi-GSK anunciou um acordo com o governo norte-americano para receber até US$ 2,1 bilhões em financiamento sob a Operação Warp Speed ​​ para um fornecimento antecipado de 100 milhões de doses da vacina em potencial e uma entrega adicional de 500 milhões de doses em longo prazo.

O governo do Reino Unido, por sua vez, garantiu o acesso antecipado a 60 milhões de vacinas candidatas à Sanofi-GSK na quarta-feira.