ANTT reajusta tabela de frete em 15% após pedido da categoria

417

São Paulo – A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) reajustou a tabela de fretes em 15% e instituiu a obrigação do pagamento do frete de retorno para as operações impedidas pela regulamentação de trazer cargas no retorno, como um caminhão que transporta combustível e não pode voltar transportando outro tipo de carga.

Também foram incluídas a cobrança do valor das diárias dos caminhoneiros e um novo tipo de categoria de carga, a pressurizada. Agora são 12 categorias de frete.

Foram criadas também duas tabelas para contemplar a operação de carga de alto desempenho. As operações de alto desempenho são as que levam menor tempo de carga e descarga (antes tinham as tabelas para a operação padrão).

Houve atualização monetária dos itens que compõem a tabela, como pneu e manutenção, que estavam previstos na legislação de acontecer a cada semestre.