André Almeida Mendonça será novo ministro da Justiça

O ex-advogado-geral da União e atual ministro da Justiça, André Luiz de Almeida Mendonça. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

São Paulo, 28 de abril de 2020 – O presidente Jair Bolsonaro transferiu André Almeida Mendonça da chefia da Advocacia Geral da União (AGU) para o cargo de ministro da Justiça no lugar de Sergio Moro, que pediu demissão na sexta-feira (24) depois de acusar o presidente de tentar interferir na Polícia Federal em benefício próprio.

Mendonça tem uma boa relação com o presidente. Ele é o ministro “terrivelmente evangélico” que Bolsonaro repetidamente mencionou ser o mais adequado para ocupar uma das vagas que serão abertas no Supremo Tribunal Federal (STF) a partir deste ano. Para o lugar de Mendonça na AGU foi nomeado José Levi Mello do Amaral Júnior.

Bolsonaro também oficializou a ida de Alexandre Ramagem Rodrigues como diretor-geral da Polícia Federal – órgão que está subordinado ao Ministério da Justiça. Ramagem antes chefiava a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).