Alemanha precisará de orçamento suplementar por custos de pandemia

O ministro de Finanças da Alemanha, Olaf Scholz / Foto: União Europeia

São Paulo — A Alemanha vai precisar de um orçamento suplementar este ano para cobrir custos extras relacionados à pandemia do novo coronavírus, de acordo com o ministro de Finanças alemão, Olaf Scholz.

“Vamos aguentaremos a crise pelo tempo que for necessário. Portanto, também atenderemos aos diversos requisitos para lidar com a pandemia, por exemplo testando com um orçamento suplementar”, disse Scholz, em entrevista ontem ao canal de televisão “Welt”.

O ministro sugeriu, em coletiva de imprensa no início desta semana, que a Alemanha deve suspender os limites para novos empréstimos novamente em 2022, pelo terceiro ano seguido, para financiar mais medidas de estímulo e ajudar a economia a se recuperar da pandemia de covid-19.

A previsão é de que Scholz apresente o orçamento do próximo ano para a Alemanha no dia 24 de março.