Ações do Pão de Açúcar saltam 15% com cisão do Assaí

221
Foto: Paul Pasieczny / freeimages.com

Por Danielle Fonseca

São Paulo – As ações do Pão de Açúcar dispararam e avançam mais de 15%, na maior alta do Ibovespa, depois que o conselho de administração da companhia aprovou estudos para segregar as operações do Assaí em uma empresa independente, que ter o capital aberto e listada no Novo Mercado da B3. Às 10h53 (horário de Brasília), os papéis (PCAR3) tinhal alta de 15,39%, a R$ 71,74.

A cisão exigiria que o Assaí transferisse ao GPA a participação de 96,5% que hoje detém na Almacenes Éxito. A expectativa é de que, ao final do processo, o grupo Casino detenha no Assaí segregado a mesma fatia que possui hoje no GPA, de 41,3%. A previsão do GPA é de que a operação seja concluída até o primeiro trimestre de 2021.

Para os analistas do Credit Suisse, a eventual cisão faz bastante sentido, já que o Assaí opera 169 lojas e aparece como o segundo maior “cash and carry” do Brasil. “Acreditamos que o espaço para crescimento parece bastante grande e, segundo a empresa, a lógica da transação é desbloquear valor ao separar a gestão do Assaí e ampliar o acesso da empresa a financiamentos”, disseram em relatório.

Nos cálculos dos analistas, levando em consideração os múltiplos de concorrente do setor, o valor do Assaí chegar a R$ 17 bilhões, o que praticamente representa todo o valor de mercado do Grupo Pão de Açúcar. Os analistas reiteram a recomendação “outperform” (equivalente à compra) para as ações da rede de supermercados.