Ações do BB sobem com possível permanência de Brandão

113
Foto divulgação: Banco do Brasil

São Paulo – Após registrarem queda na manhã de hoje, as ações do Banco do Brasil mudaram de direção e agora sobem com rumores de que o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, conseguiu reverter uma possível demissão de André Brandão da presidência do BB, segundo informação publicada pelo jornal “Valor Econômico”.

Segundo o jornal, Campos Neto conversou o presidente Jair Bolsonaro e conseguiu acalmar os ânimos Planalto, assim evitando uma mudança no comando do Banco do Brasil.

Às 15h05 (horário de Brasília), os papéis registravam (BBAS3) alta de 0,93%, a R$ 37,89.
Ontem, a revista “Veja” noticiou que o presidente do banco deve deixar o cargo.

Ainda segundo a reportagem, o anúncio do Banco do Brasil esta semana de que irá fechar mais de 300 agências no País e fará novos programas de demissão voluntária não teria agradado o presidente Jair Bolsonaro, que queria estar a par da questão.

A possível demissão foi mal vista pelo mercado, que tem receio de interferência do governo em estatais, além disso, ocorreria em um período delicado, no momento em que o Planalto ajuda o chamado “centrão” na luta pelo comando da Câmara e do Senado.

Hoje, mais cedo, o Banco do Brasil divulgou nota informando que não recebeu, no âmbito de seus órgãos de governança, comunicação formal por parte do acionista controlador sobre uma possível demissão do presidente André Brandão.

Ontem, as ações do Banco do Brasil chegaram a cair mais de 5% e fecharam entre as maiores quedas do Ibovespa.