Ações de construção avançam após Credit Suisse ver cenário político favorável

203

São Paulo – As ações de construtoras avançam hoje, com destaque para os papéis da Cyrela e MRV, em meio a expectativas positivas para o setor apontadas pelo Credit Suisse. Segundo os analistas do banco, há oportunidades de compras no segmento depois que as ações sofreram desde dezembro e após mudanças em Brasília, como as eleições de candidatos do governo para a Câmara dos Deputados e Senado.

Às 13h28 (horário de Brasília), as ações da Cyrela (CYRE3) tinham alta de 3,24%, a R$ 27,99, enquanto as da MRV (MRVE3) avançavam 3,45%, a R$20,07, entre as maiores altas do Ibovespa.

“O setor de construção vem sofrendo desde o meio de dezembro muito em função do risco fiscal e da curva longa. Sabemos que esta correlação é bem grande e depois dos últimos acontecimentos em Brasília, acreditamos que o momento seja ideal para voltar ao setor e que estamos diante diante de uma oportunidade de compra com uma combinação bastante interessante, onde o macro encontra o melhor micro para o setor dos últimos 10 anos”, disseram, em relatório.

Há expectativas no mercado de que os novos presidentes das casas do Congresso possam favorecer uma agenda de reformas.

Os analistas lembram que os papéis de construtoras voltadas para média renda caíram cerca de 15% desde o meio de dezembro, mas afirmam que as prévias
operacionais devem vir “excelentes”.

Entre as empresas do setor, os analistas preferem os nomes mais líquidos como Cyrela e EZTec. “A EZTec deve conseguir deslanchar com os projetos esse ano com um forte pipeline de lançamentos, enquanto que para Cyrela esperamos uma forte onda de lançamentos e margens bastante saudáveis. Também gostamos de Even e Moura Dubeux”, destacaram.