Ações da Rumo caem mais de 3% após resultado do 4T20

210
Foto: Svilen Milev / freeimages.com

São Paulo – Ações da Rumo, do conglomerado Cosan, caem mais de 3% e estão entre as maiores quedas do Ibovespa nesta manhça após a empresa divulgar os resultados do quatro trimestre de 2020, com um lucro líquido de R$ 3 milhões, resultando em uma queda de 98,5% na comparação com o mesmo período de 2019.

Às 11h10 (horário de Brasília) os papéis (RAIL3) caíam 3,28%, a R$ 19,16.

Na avaliação do Credit Suisse, a Rumo apresentou resultados abaixo das expectativas do mercado, mas o cenário pode mudar ao longo do ano.

“A empresa continuou a enfrentar a concorrência forte no Arco Norte levando a queda de rendimento, dado a pavimentação da BR-163 (mas ainda sem pedágio). Porém, o cenário competitivo para a Rumo pode começar a melhorar com o aumento do preço do diesel.”

Para 2021, os analistas do banco projetam que a empresa vá recuperar as margens e aumentar os volumes, além de um ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 4,2 bilhões, com uma alta de 14% ao registrado em 2020.