Ações da Hypera sobem após balanço positivo; BB ajusta preço-alvo

123

São Paulo – As ações da Hypera avançam depois que a companhia divulgou resultados considerados positivos no terceiro trimestre. O  BB Investimentos, por exemplo, manteve a recomendação de compra após os dados, com novo preço-alvo de R$ 39,90, de R$ 41,00, para o final de 2021. Às 16h22 (horário de Brasília), os papéis (HYPE3) avançavam 0,80%, a R$ 31,13.

Segundo a analista do BB, Georgia Jorge, o resultado foi positivo apesar do desempenho negativo dos segmentos de medicamentos sem prescrição e de produtos de prescrição, em função dos impactos da covid-19. A previsão da analista é que a empresa mantenha margens robustas e apresente resultados operacionais ainda melhores em 2021.

Já para os analistas do Credit Suisse, a Hypera entregou um trimestre “que deixou claro que o pior da covid-19 ficou para trás”. Entre os destaques positivos, citaram que a margem ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou saudável mesmo com impactos negativos do dólar nos custos.

“De forma geral, gostamos do resultado e continuamos construtivos com o case da Hypera. As aquisições devem ser fundamentais para aceleração de ‘top line’ e aumento de margem nos próximos anos”, disseram em relatório.

Os analistas do Bank of America (Bofa), Robert E. Ford Aguilar e Melissa Byun, por sua vez, destacaram que o tráfego médico/paciente começou a retornar e a forte demanda por vitaminas e suplementos compensou um inverno quente e e da fraca temporada de gripe. “As vendas pareceram melhorar de forma consistente ao longo do trimestre, e a atividade da força de vendas direta foi normalizada em 80% em setembro”, disseram.

Apesar de alguns pontos ainda negativos, como a margem bruta, avaliação é que os dados continuem mostrando uma trajetória de normalização após impactos da pandemia, além de os analistas estarem otimistas com oportunidades de sinergia de aquisições recentes.

“Também esperamos que as vitaminas e suplementos Hypera cresçam mais rapidamente e se estabilizem em níveis mais elevados como resultado do covid-19”, ressaltaram. A classificação de compra foi mantida para as ações.