Ações da CVC recuam mais de 9% após balanço abaixo do esperado pelo mercado

Por Danielle Fonseca

São Paulo – As ações da CVC registram a maior queda do Ibovespa hoje reagindo a um balanço trimestral abaixo do esperado pelo mercado. Às 12h25 (horário de Brasília), os papéis do CVC (CVCB3) recuavam 9,76%, para R$ 46,76.

Para os analistas do BTG Pactual já era esperado que a companhia pudesse ter um trimestre difícil devido ao cenário macroenômico brasileiro e efeitos da falência da Avianca em abril, que foram parcialmente compensados por uma melhor tendência da divisão corporativa. 

“Os resultados no terceiro trimestre mostraram um cenário desafiador para a CV, que pode demorar mais tempo que o esperado para se recuperar e impedir uma reprecificação das ações.”, afirmaram, em relatório. No entanto, acreditam que esses desafios são mais temporários do que estruturais, o que faz que mantenham um viés positivo.

Os analistas da Mirae Asset Corretora destacam que o resultado, em geral, ficou abaixo da expectativa e foi impactado pelo desempenho do negócios no Brasil e beneficiado pelo desempenho na Argentina, que ficou acima da expectativa. 

“O CFO renunciou ao cargo, o que também é negativo. Esperamos ainda no curto prazo um fraco desempenho e margens apertadas, mas mantemos recomendação de compra somente com visão de longo prazo, esperando que com a recuperação da economia, juros e inflação baixos, a empresa seja beneficiada”, avaliaram ainda, em relatório.

A CVC Corp registrou lucro líquido ajustado de R$ 97,5 milhões no terceiro trimestre do ano, uma alta de 2,3% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida, por sua vez, subiu 1% no trimestre e somou R$ 414,8 milhões.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com