Ações da Eletrobras caem após Alcolumbre falar que não há base para privatização

Por Danielle Fonseca

São Paulo – As ações da Eletrobras estão entre as maiores quedas do Ibovespa refletindo a fala do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que disse ontem que a maioria dos senadores é contrária
à autorização do projeto de privatização da estatal.

Às 10h52 (horário de Brasília), as ações ordinárias (ELET3) caíam 2,00%, a R$ 41,70, enquanto as preferenciais (ELET6) recuavam 2,06%, a R$ 43,76.

Haveria maior resistência principalmente entre cerca de 45 senadores do
Norte e Nordeste, número que já derrubaria o projeto em Plenário. “Por que a gente vai começar esse tema se há esse entendimento? E como o governo não tem uma base sólida para defender as suas pautas porque não quis construir, o governo tem que entender que Senado tem seu tempo próprio. E é isso que vai acontecer diante das privatizações. Vamos aguardar o tempo do Congresso”, explicou o presidente do Senado.

O estrategista da Guide Investimento, Luis Gustavo Pereira, afirma que as
ações da Eletrobras já haviam acelerado as perdas no final do pregão de
ontem com a divulgação da notícia, movimento de que deve continuar hoje.

“Esperamos uma continuidade do movimento negativo para a estatal hoje, em função do cenário complexo para a aprovação da privatização, que irá exigir grande articulação política por parte do governo nesse momento”, afirmou, em relatório.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com