Ação do Pão de Açúcar cai mais de 3% após balanço do 1T21

Foto: Helena Pontes/Agência IBGE Notícias

São Paulo – As ações do Pão de Açúcar mostram a maior queda do Ibovespa depois que a companhia divulgou os resultados financeiros do primeiro trimestre do ano. Segundo a XP Investimentos, há dados sólidos, porém, as vendas foram mais fracas do que o esperado no período e os fatores positivos já estão precificados pelo papel, o que pode explicar a reação negativa do mercado.

Às 12h35 (horário de Brasília), as ações da rede de supermercados (PCAR3) tinham queda de 3,54%, a R$ 36,42.

Em relatório, os analistas da XP, afirmavam que esperavam uma reação mista do mercado “devido a uma performance de vendas mais fraca do que esperado, porém com uma rentabilidade sólida tanto no Brasil (margem ebitda em 8,2%) como no Grupo Éxito (margem ebitda em 8,2%).

Segundo os analistas, o grupo mostrou um ebitda 4,5% acima das suas estimativas, por conta de um impacto positivo de câmbio na receita do Grupo Éxito, e um lucro bastante acima da estimativa, em R$ 113 milhões, devido a um impacto positivo não recorrente de imposto diferido.

No entanto, apesar de terem uma visão positiva em relação às iniciativas da companhia e verem riscos positivos para o papel, destacam que acreditam que parte disso já está refletido no nível de valuation atual. “Além disso, vemos desafios para que a venda da participação da Cnova seja concretizada no curto prazo. Mantemos nossa recomendação Neutra e preço alvo para R$ 39,00 por ação”, afirmaram.