Ação da Gol tem forte queda após notícias de suposto pedido de recuperação judicial

241

São Paulo, SP – As ações da companhia aérea Gol tiveram forte queda na manhã de hoje após a notícia publicada no jornal Folha de S.Paulo, de que a empresa cogita pedir recuperação judicial nos Estados Unidos. Às 13h20, as ações recuavam 8,68%, a R$ 6,94, a maior queda do Ibovespa, índice da bolsa de valores brasileira, que iniciou o período da tarde em estabilidade, a 131.008 pontos. A ação da Gol chegou a cair 11% nesta manhã.

Segundo a coluna Painel S.A., assinada pelo editor Julio Wiziack, pessoas que participam das conversas afirmam que aderir ao Capítulo 11 da lei norte-americana de falências é mais vantajoso do que pedir recuperação judicial no Brasil, pois haveria mais possibilidades de financiamento no exterior.

A empresa tem dívida de R$ 20 bilhões e, deste total, cerca de R$ 3 bilhões vencem no curto prazo. Sua posição de caixa e aplicações financeiras somam pouco menos de R$ 1 bilhão. Por outro lado, destacou a Guide Investimentos, a companhia tem apresentado geração de caixa positiva.