Vice-presidente diz que país está pronto para aumentar tarifas sobre China

Por Carolina Pulice

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e vice-presidente, Mike Pence. Foto: Gage Skidmore from Peoria, AZ, United States of America

São Paulo – O vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, disse que o governo do presidente Donald Trump pode dobrar as medidas contra a China se o país se recusar a recuar nas negociações sobre a guerra comercial.

“Estamos numa posição mais forte. Impusemos tarifas sobre mais de US$ 250 bilhões em produtos e podemos mais do que dobrar isso”, disse durante coletiva de imprensa no Canadá.

Ele disse ainda que espera que haja avanço nas negociações após o encontro entre o presidente Trump e o líder chinês, Xi Jinping. “Continuamos esperançosos de que o encontro entre Trump e Xi vai haver progresso”, disse.

Pence ressaltou que o foco do governo norte-americano é “estabelecer o que é certo nas relações entre os dois países”, uma vez que as trocas comerciais “têm sido injustas para os trabalhadores dos Estados Unidos”.

Nesta manhã, o governo chinês disse que não assinaria nenhum acordo comercial com os Estados Unidos que prejudique sua soberania ou vá contra seus princípios. Além disso, eles fizeram uma ameaça velada ao país, ao dizer que mantém aberto seu mercado de minerais de terras raras, usados na fabricação de produtos eletrônicos como smarthphones, mas que não vai permitir que outros países usem tais produtos para conter o desenvolvimento chinês.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com