Trump usará feriado da Independência para mostrar poderio bélico do país

Por Carolina Gama

São Paulo – Nos moldes do que já fazem Rússia, Coreia do Norte e Venezuela, agora é a vez de os Estados Unidos usarem a comemoração da independência para mostrar ao mundo o seu poderio bélico. O país celebra amanhã o feriado de 4 de julho.

Aviões militares norte-americanos em treinamento (Foto: Sargento Jimmie D. Pike / Força Aérea EUA)

“O Pentágono e nossos grandes líderes militares estão entusiasmados em mostrar ao povo norte-americano, entre outras coisas, os miliares mais fortes e avançados do mundo. Sobrevoos incríveis e muitos fogos de artifício”, disse Trump no Twitter.

A exibição acontecerá em um momento de escalada de tensões entre Estados Unidos e Irã. Teerã derrubou um drone norte-americano no mês passado, o que levou Washington a ordenar um ataque, mas recuar minutos depois.

Além disso, Estados Unidos e Rússia travam uma disputa pelo domínio militar na Europa, com Washington pressionando cada vez mais os países europeus a se engajarem na Otan e se afastarem de Moscou.