Trump sugere renomear Boeing 373 MAX para conter má reputação

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu que a Boeing conserte o modelo de avião 737 MAX e o renomeie, como uma forma de conter má reputação do avião após dois desastres fatais terem ocorrido em menos de um ano.

“O que eu sei sobre publicidade, talvez nada (mas eu me tornei presidente), mas se eu fosse a Boeing, eu consertaria o Boeing 737 MAX, adicionaria alguns ótimos recursos e colocaria uma nova marca no avião com um novo nome. Nenhum produto sofreu como esse. Mas de novo, o que é que eu sei?”, afirmou em seu Twitter.

O comentário de Trump ocorre após a companhia ter anunciado a entrega de 11 de seus 737 jatos MAX em março, menos da metade do registrado nos dois meses anteriores. Recentemente, a Boeing anunciou que cortaria a produção do 737 MAX em dez unidades para 42, pouco mais de um mês após o acidente fatal de um avião da Ethiopian Airlines 737 MAX, o que gerou investigações por parte dos reguladores.

Carolina Pulice / Agência CMA

Compartilhe com seus amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.