Trump oficializa indicação de Brasil como aliado fora da Otan

Por Carolina Gama

São Paulo – O presidente norte-americano, Donald Trump, oficializou na noite de ontem a indicação do Brasil como um aliado importante fora da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Em março, durante visita do presidente Jair Bolsonaro a Washington, ele havia sinalizado que pretendia fazer essa indicação.

Bandeira da Otan na sede da Aliança, em Bruxelas, na Bélgica / Foto: Otan

O Brasil é o primeiro país a receber de Trump esse status, que deve ajudar o País na aquisição de equipamentos militares e de tecnologia dos Estados Unidos. Outras 16 nações, incluindo Argentina, Japão, Coreia do Sul e Austrália, também são considerados aliados importantes extra-Otan.

O processo para a designação do Brasil começou em maio. Trump notificou o Congresso norte-americano sobre a intenção, seguindo o procedimento legal, que determina que o Congresso seja informado sobre a designação de um aliado militar estratégico fora da Otan pelo menos 30 dias antes do status entrar em vigor.

Na notificação, Trump afirmou que faria a designação “em sinal de reconhecimento pelos compromissos recentes do governo do Brasil de aumentar a cooperação no setor de defesa com os Estados Unidos”.

A Otan, fundada em 1949, conta hoje com 29 países e um de seus princípios é a garantia de defesa coletiva, ou seja, um ataque a um dos membros será visto como uma agressão a todos os seus integrantes.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com